Como estão as coisas até aqui.

Falei outro dia sobre ter o prazer de aprender e replicar isso. Coisa de professor.

Hoje, ao encontrar a Pâm (pra quem não sabe, minha namorada há quase 5 anos e que está estudando jornalismo gastronômico no Senac no momento), começamos a conversar sobre o dia. Fui fazer algo pra comer e, do nada, surgiu um papo em que se encaixava essa troca de experiências.

Mesmo sobre as aulas que eu achei que não tinha aproveitado muito (ou nada), pela correria da matéria etc, consegui repassar as informações de maneira satisfatória (e firmar mais na memória). Fiquei bem feliz com isso.

Sei que parece pouco ou besteira, mas pra quem dá aula isso é um momento de vitória.

Fora que deu ânimo pra estudar “por fora” essas coisas.

Já falei que sou nerd. Não precisa gastar seu tempo repensando isso.

______________________________

A aula de história da gastronomia é muito boa. PQP!

Trabalho semi entregue sobre o início da percepção gastronômica do homem (ou algo que o valha).

______________________________

Já baixei umas fotos para testar como fundo. Ouro líquido.

______________________________

No momento, gravando músicas pro Lima Verde.

 

Abraço,

Zé Rubens

Anúncios
Esse post foi publicado em Formação, Gastronomia, Pessoal e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Como estão as coisas até aqui.

  1. Clayton Lima Verde disse:

    Entao, esse tal de lima verde é uma cara legal…rsrs

  2. Gisele disse:

    Gostei da nova foto!

  3. Pâm disse:

    Concordo com a Gisele, muito boa a nova foto =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s