Exemplos! Eu preciso de exemplos!!!

Minhas aulas de quinta são extremamente interessantes. Pra quem saiu do ensino médio há 10 anos, é complicado relembrar de tudo durante a explicação, logo, terminologias técnicas não me adiantam. Preciso de exemplos. Preciso visualizar na minha frente.

Comecei a campanha “cite um exemplo, por favor”.

Muito mais fácil compreender monossacarídeo e polissacarídeo quando ouço frutose e amido, respectivamente. Muito mais simples entender que a proteína que eu não faço idéia do nome até agora está contida na carne e não nos vegetais etc.

Nomes de processos e o que fazem são claros, mas são brilhantes quando vc fala em ponto de caramelo ou cor, sabor e aroma de carne grelhada.

___________________________

Ontem, compreender um pouco da matemática das diversas tipologias de empreendimentos gastronômicos fez com que meu grande nariz pseudo-judeu coçasse de vontade de se aprofundar mais no assunto. Acho que só no semestre que vem.

AH!

O cumim, o ajudante do garçom (com M, em português), não existe. O commis, o ajudante do cozinheiro, existe. O primeiro é só o ajudante do garçon mesmo (com N, em francês).

___________________________

Bora preparar a cabeça para fazer alguns exames médicos para poder participar das aulas práticas – sim, é necessário, assim como pra trabalhar num restaurante. Exames com e sem pazinha.

Abraço,

Zé Rubens

PS: Prezados, ontem foi um dia terrível. Peço desculpas pela falha.

Anúncios
Esse post foi publicado em Formação, Gastronomia, Pessoal e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s